Administração

A Direcção da Fundação Ibero-Americana da Finlândia é composta por:

Juha Korppi-Tommola (Presidente)

Juha Korppi-Tommola ocupou cargos de direção nas indústrias de empacotamento, florestal e de engenharia mecânica. Durante os sete anos que passou no estrangeiro, trabalhou principalmente em Espanha e na América Latina. Desde 2002 é o diretor-executivo da empresa de consultoria que fundou, da qual alguns dos projetos estão associados com o Chile e com o Brasil. Korppi-Tommola fundou e dirigiu durante 10 anos a associação comercial Finlândia-Brasil, e faz presentemente parte de vários conselhos de administração de organizações comerciais e do setor terciário.

Pekka Heikkinen (Vice-Presidente)
Pekka Heikkinen é Professor Catedrático da Arquitectura de Madeira na Universidade Aalto, onde trabalha desde 1995.

Kari Korkman
Kari Korkman é produtor de design, além de ser director e fundador da Helsinki Design Week.

Saara Rautanen-Uunila
A Mestre Saara Rautanen-Uunila pertenceu à direcção da Fundação Ibero-Americana da Finlândia desde 11 de Março de 2009, tendo sido a Secretária Geral da Fundação entre 11 de Março de 2009 e 31 de Agosto de 2013.

Elsa Saisio
Elsa Saisio é uma atriz freelancer de Helsínquia. Sua carreira artística ampla e diversificada a levou a trabalhar no cinema, na televisão e no teatro, mas também no campo da música e da dança. Saisio morou em Barcelona e Madrid e trabalhou na Espanha em diversas ocasiões.

Heikki Pihlajamäki
Heikki Pihlajamäki é professor catedrático de História Jurídica Comparada na Faculdade de Direito da Universidade de Helsínquia. Investigou intensamente, entre outros temas, a história jurídica dos tempos do colonialismo na América Latina. 

Jaana Mutanen
Jaana Mutanen é uma especialista responsável pelas práticas internacionais na EDUFI, a Agência Nacional Finlandesa para a Educação, formada a 1 de janeiro de 2017 após a fusão da CIMO e da Opetushallitus. Trabalhou também no departamento de assuntos internacionais do Ministério da Educação, na unidade de assuntos internacionais na Universidade de Helsínquia e no Instituto Finlandês em Berlim. Antes da fusão, trabalhou na CIMO durante mais de vinte anos. Jaana Mutanen tem mais de 15 anos de experiência de colaboração com países da América Latina e escreve artigos sobre os setores da educação e da música há mais de duas décadas.

Maria Manner
Maria Manner é jornalista internacional do jornal Helsingin Sanomat e ex-correspondente no Brasil. Por causa do seu trabalho, ela está muito atenta à situação na América Latina. Escreveu em parceria com o professor Teivo Teivainen um livro sobre o crescimento brasileiro e os seus perigos (Ed. Siltala, 2016).

Aleksis Kajava
É o diretor regional da unidade latino-americana e Caraíba de Vaisala Oyj, uma empresa na qual trabalha há mais de dez anos. Durante a sua atividade na Vaisala, Kajava morou durante três anos no Rio de Janeiro.

Anders Adlercreutz
Anders Adlercreutz é arquiteto e deputado do RKP (Partido Popular Sueco). É membro das comissões parlamentares ambientais e governamentais e atua como presidente dos grupos de amigos brasileiros e portugueses no parlamento.

Secretária Geral: Maria Kännö maria.kanno(at)madrid.fi

Os sócios honorários da Fundação Ibero-Americana da Finlândia são:

Erkki Reenpää
Erkki Reenpää (1925-2004) destacou-se como director do Departamento de Literatura Traduzida da editora Otava. Ao estudar na Califórnia, no final da década de 1940, ficou interessado na língua espanhola. Primeiro a língua espanhola e, mais tarde, toda a cultura luso-hispânica, tornaram-se num passatempo que enriqueceu toda a vida de Reenpää, motivando-o a apresentar a literatura do mundo luso-hispânico ao público finlandês. A influência de Erkki Reenpää foi importante na promoção de vários projectos luso-hispânicos. Erkki Reenpää foi um dos três amigos de cuja iniciativa nasceu, primeiro, a Fundação Ibero-Americana da Finlândia e, depois, o Instituto Ibero-Americano da Finlândia.

Jyrki K. Talvitie
Sendo um dos três iniciadores do projecto da Fundação Ibero-Americana da Finlândia, Jyrki K. Talvitie (n.1941) serviu como seu secretário geral nos anos 1990–2007 e como vice-presidente da direcção de 1996 a 2007. É um prolífico escritor de obras de consulta, com especialização em dicionários de termos tecnológicos e comerciais. Publicou mais de 60 obras de lexicografia, dicionários de espanhol, guias turísticas da América Central e obras sobre as antigas culturas dessa região, em particular sobre os maias. Este especialista da América Central é Cônsul Honorário de Guatemala na Finlândia desde 1987. Visitou todos os países da América Latina e pertence à direcção da Associação dos Institutos Culturais e Científicos da Finlândia. Talvitie deixou a direcção da Fundação Ibero-Americana da Finlândia em 2007.

Erkki Vierikko
O Mestre Erkki Vierikko (n. 1924) foi leitor de língua espanhola na Escola Superior de Ciências Económicas e Empresariais de Helsínquia. Ensinou e entusiasmou dezenas de gerações de estudantes, despertando neles um interesse duradouro pela Espanha, pela língua espanhola e pela cultura hispânica. Os manuais e a gramática de espanhol, escritos por Vierikko, tornaram-se em clássicos, sobre cujo fundamento os estudos de espanhol na Finlândia continuam a basear-se. Em 1963, Vierikko participou na fundação do Instituto Ibero-Americano de Helsínquia. Em tempos, a biblioteca particular de Vierikko era única na Finlândia. A Espanha condecorou Vierikko com a medalha da Ordem da Rainha Isabel a Católica.

À Comissão de Honra da Fundação Ibero-Americana da Finlândia pertencem, ou pertenceram:

Mario Vargas Llosa
Mario Vargas Llosa, escritor peruano de renome mundial, nasceu em Arequipa em 1936 e é um dos mais notáveis novelistas e ensaístas sa América Latina. Nas suas obras critica a hierarquia socio-racial típica tanto do Perú contemporâneo como da América Latina. Muitas das suas obras são autobiográficas. Desde 1993, Vargas Llosa possui a dupla nacionalidade peruana e espanhola. Nos anos 1980 participou na vida política peruana, tendo-se candidatado à presidência da república em 1990. Mario Vargas Llosa recebeu o Prémio Nobel de Literatura em 2010. Entre as suas obras mais importantes destacam-se A Cidade e os Cães (La ciudad y los perros, 1963), A Casa Verde (La casa verde, 1966), A Guerra do Fim do Mundo (La guerra del fin del mundo, 1981) e A Festa da Cabra (La fiesta del chivo, 2000).

Camilo José Cela
Camilo José Cela (Padrón, 1916 – Madrid 2002) foi um escritor espanhol reconhecido a nível mundial. A sua extensa e variada produção literária inclui novelas, contos e poesia, assim como também artigos, ensaios e livros de viagens. Consideram-se ser as suas novelas mais importantes A Família de Pascual Duarte (La familia de Pascual Duarte, 1942) e a Colmeia (La colmena, 1951). Os méritos literários de Camilo José Cela foram amplamente reconhecidos durante a vida dele: recebeu o Prémio Cervantes em 1995, o Prémio Príncipe de Astúrias em 1987, e o Prémio Nobel de Literatura em 1989. Foi também membro da Real Academia Espanhola (RAE), ou seja, da principal instituição guardiã da língua espanhola, desde 1957 até à sua morte.

Menu