Fotografias, pintura, artes gráficas?

O fotógrafo finlandês Timo Kelaranta regressa ao Instituto Ibero-Americano da Finlândia com a sua exposição Universum, uma série criada com materiais recolhidos nas ruas de Madrid.

Os contornos das imagens estão na confluência entre o desenho a pintura e as artes gráficas, e ligam-se até mesmo com a escultura, o que as torna enigmáticas aos olhos do espectador. Além disso, as fotografias são pequenas e obrigam aqueles que as observam a aproximarem-se, a penetrar nelas, a tomar o seu tempo para ver os detalhes. «Cada série surge sempre como um pequeno milagre», diz Timo Kelaranta.

Timo Kelaranta (nascido em 1951) é um artista finlandês conhecido pela sua arte inovadora. Formou-se na TaiK (agora Universidade Aalto). Em 2012 recebeu a medalha Pró-Finlândia de mérito artístico, a mais alta distinção no seu país natal e, em 2014, o estado da Finlândia concedeu-lhe um apoio estatal para artistas, destinado aos criadores mais reconhecidos. Timo Kelaranta está intimamente ligado à corrente fotográfica da Escola de Helsínquia.

Universum faz parte do programa de eventos do centenário da independência da Finlândia. A exposição inaugura na galeria do Instituto Ibero-Americano da Finlândia a 18 de Abril 2017 e estará aberta ao público até ao dia 26 de Maio, com entrada gratuita. Timo Kelaranta recebeu apoio da Fundação Alfred Kordelin.

Timo Kelaranta: Universum
Instituto Iberoamericano de Finlandia
Inauguración: 18 de abril 2017, a las 19:30 horas
Exposición abierta: 19.4.-26.4.2017
De lunes-viernes de 10 a 18 h.
Video

 

Menu