Juventude, arte e emprego: a experiência finlandesa em Pública 16

“Há um lugar para cada um de nós,” é o lema do Tenho, um programa finlandês que proporciona aos jovens de seis cidades diferentes a oportunidade para encontrar o seu lugar na sociedade e desenvolver o seu talento através da prática disciplinas artísticas: circo, teatro, curtas-metragens. organizações locais trabalham em estreita colaboração com os serviços de emprego e os jovens não estão sozinhos e podem encontrar ou criar postos de trabalho.

A gerente do Tenho, Charlotta Sofia-Kakko, chega a Madrid graças ao Instituto Ibero-americano da Finlândia para apresentar este projeto jovem no Fórum Pública 16. Na quinta-feira 28 de janeiro às 16:30 horas, participará em Un café com, e sexta-feira 29 de Janeiro às 09:00 dará uma apresentação mais extensa sobre Tenho.

Tenho começou em 2015 e terá a duração de 3 anos. Neste curto espaço de tempo, ele já ajudou 550 jovens a encontrar o seu caminho através da arte. Tenho é gerido pela Associação Finlandesa para a Infância e Juventude, e o financiamento principal vem do Fundo Social Europeu. Também os municípios envolvidos no projeto participam no financiamento.

Menu