Branco, azul e preto

Sob o título Shreds, a jovem artista finlandesa Linn Henrichson expõe no Instituto uma série de 10 obras gráficas e vários murais que pintou in situ expressamente para a ocasião.

Henrichson é artista visual e designer gráfica, natural de Helsínquia, e vive e trabalha em Estocolmo. A sua arte multidisciplinar vai desde a pintura à impressão experimental. Está a terminar o seu mestrado em Belas Artes na Universidade de Konstfack (Estocolmo) e com a sua exposição, o Instituto procura dar visibilidade à geração de artistas emergentes.

Recomendações musicais em Spotify

Menu