O Instituto Ibero-Americano da Finlândia (IIF) é uma ponte de cultura e ciência entre a Finlândia e o mundo luso-hispânico. O IIF é um dos dezasseis institutos finlandeses de cultura e ciência que desenvolvem actividades de índole cultural no estrangeiro. O IIF é dirigido pela Fundação Ibero-Americana da Finlândia e financiado, maioritariamente, pelo Ministério de Educação e Cultura da Finlândia.

Foi inaugurado em 1996, em cooperação com a Universidade Complutense de Madrid. A sede oficial do IIF está na Faculdade de Filologia da Universidade Complutense, onde também se organizam actos académicos. Os escritórios do Instituto Ibero-Americano da Finlândia, a biblioteca e a sala de exposições encontram-se no bairro de Chueca, no centro de Madrid.

Biblioteca Instituto Finlandes

O Instituto Ibero-americano da Finlândia atua como ponte cultural entre a Finlândia e o mundo luso-hispânico. A sua missão principal é fomentar o conhecimento da cultura, da ciência e da economia do país nórdico e criar redes interativas na sua ampla área de atividades, na qual vivem mais de 700 milhões de pessoas.

O Instituto organiza eventos próprios, mas também participa em projetos culturais com agentes locais. Os temas centrais são o design, o diálogo interativo, a fotografia e a videoarte. Além disso promove a literatura e o teatro finlandeses.

Conforme o seu regulamento, ratificado no dia 22 de Dezembro de 1998, o objectivo da Fundação Ibero-Americana da Finlândia é fomentar a interacção entre a esfera cultural luso-hispânica e a Finlândia, assim como o conhecimento mútuo da cultura e da vida económica destas regiões.

Para realizar o seu objectivo, a Fundação fundou e mantém, em Espanha, o Instituto Ibero-Americano da Finlândia. A Fundação também tem a possibilidade de fundar outros institutos.

Menu